Anúncio-Google-Cabeçalho

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Casa de Sócrates em Paris está registada em nome de Carlos Santos Silva

O apartamento, o segundo onde José Sócrates residiu na capital francesa, tem 225 metros quadrados e está localizado, tal como o anterior no quarteirão de Passy, no luxuoso bairro número 16 de Paris.

O Expresso confirmou junto do registo predial francês que o alojamento pertence a Carlos Manuel Santos Silva, amigo de infância de Sócrates e igualmente detido preventivamente no âmbito da Operação Marquês sob suspeita de corrupção, fraude fiscal e branqueamento de capitais.

O ex-primeiro-ministro, que também está detido preventivamente, já não mora nesta casa há algumas semanas - quando chegou, apresentou-se aos vizinhos como locatário. A real propriedade desta casa, que vale um mínimo de 2,25 milhões de euros, é um dos pontos da investigação do Ministério Público (MP), que quer esclarecer quem é dono do imóvel e de onde veio o dinheiro para comprar.

Sócrates disse sempre que vivia numa casa alugada em Paris e que tinha pedido um empréstimo à Caixa Geral de Depósitos para poder pagar o aluguer. O MP suspeita que a casa possa ser na verdade do ex-primeiro-ministro.

Depois de José Sócrates ter saído, o apartamento esteve em obras de renovação, que estão actualmente em vias de conclusão. No local não existe qualquer indicação ou anúncio que esteja à venda e no prédio várias fontes disseram ao Expresso que estará para alugar.

Em Paris, é habitual que as agências imobiliárias coloquem anúncios nas janelas dos apartamentos que se encontram para venda ou aluguer, o que não se verifica no caso.

No entanto, o Expresso soube que desde que José Sócrates deixou este apartamento, onde, como no de Passy, habitou com um dos filhos, nenhuma pessoa o visitou com a intenção de o alugar ou de o comprar.

No registo predial francês, o proprietário é identificado como "Da Silva Carlos Manuel", nascido a 5 de dezembro de 1958 e residente em Lisboa, na morada oficial de Carlos Santos Silva.  

José Sócrates habitou no primeiro andar do luxuoso prédio em pedra de talha, que está localizado numa zona onde os preços do metro quadrado começam a 10 mil euros. A casa vale, no mínimo, 2,25 milhões de euros, mas tendo em conta as obras de melhoramento poderá atingir valores mais elevados. O primeiro andar apenas tem dois apartamentos idênticos, mas cada um tem escadaria autónoma. 


In' Expresso

Sem comentários:

Enviar um comentário